2 de dezembro de 2011

Paula Fernandes participa do projeto Geração Positiva: Vozes por um futuro livre de HIV





Liderados pelo cantor Alejandro Sanz e pelo produtor e compositor Javier Limón, um grupo de artistas espanhóis e de outros países, incluindo a brasileira Paula Fernandes, se inspirou na música e nos corais do Zimbábue para criar o projeto Geração Positiva: Vozes por um futuro livre de HIV. O projeto é uma incrível e inovadora fusão musical de ritmos e talentos dos quatro cantos do mundo. Os participantes criaram obras únicas que falam sobre compromisso, apoio, sobrevivência e luta, e sobre a vontade de viver e trabalhar para que todas as pessoas que precisam, recebam tratamento contra o HIV/Aids.

A música deixa a vida mais fácil, onde quer que você esteja. E isso também é verdade no Zimbábue, país africano com alta prevalência de HIV/Aids. Médicos Sem Fronteiras (MSF) atualmente trata mais de 34 mil pacientes nesse país, inclusive muitas crianças e adolescentes. A população do Zimbábue usa música para educar as pessoas sobre o víruse dizer aos pacientes e seus familiares que eles não estão sozinhos, que o tratamento pode estabilizar a doença e o preconceito tem que ser quebrado.

Corais formados por pessoas que vivem HIV, ou que são impactadas pela doença, entoam canções que falam sobre a força que vem da união e de como o tratamento pode lhes devolver a vida e lhes dar um futuro. Mais informações: http://www.msf.org.br/



Nenhum comentário:

Postar um comentário